Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

O áudio digital está crescendo em consumo. Isso inclui o streaming das rádios. E ai? Os streamings das suas estações preferidas estão...

Enquete

Terça-Feira, 08 de Março de 2022 @ 07:31

Guerra na Ucrânia: Ação solidária une 10 rádios na Holanda, Ucrânia FM surge nos EUA e Antena 1 troca logotipo

São Paulo - O meio rádio continua engajado na cobertura da guerra e no apoio à população ucraniana. Ações são observadas em vários países

Publicidade

A guerra na Ucrânia, motivada pela invasão russa ao país do leste europeu, continua mobilizando o rádio em várias formas. Além das tradicionais e amplas coberturas jornalísticas sobre o conflito, como a alteração de grade de programação das principais redes "all-news" baseadas em São Paulo, várias ações solidárias e de apoio são vistas ao redor do mundo. Na Holanda, por exemplo, a ação chamada "Radio 555" foi reativada e reuniu ontem (7) 10 emissoras de rádio para arrecadar recursos ao povo ucraniano. Nos Estados Unidos uma emissora assumiu temporariamente o nome "Ucrânia FM". E no Brasil, a Antena 1 FM 94.7 de São Paulo apoiou uma manifestação contra a guerra e trocou as cores de seu logotipo. 

Antena 1 com as cores da Ucrânia

A Rede Antena 1, liderada pela Antena 1 FM 94.7 de São Paulo, também está engajada no movimento de solidariedade ao povo ucraniano. A emissora trocou as cores de seu logotipo, assumindo o azul e amarelo característicos da bandeira da Ucrânia. E na última sexta-feira (4) a Antena 1 apoiou uma manifestação de apoio ao país europeu ocorrida em São Paulo, ato este que pediu pela paz no leste europeu.


Logotipo da Antena 1 com as cores ucranianas. Arte está no portal da rádio e nos canais sociais da rede paulista

Rádios holandesas unidas em arrecadação de fundos para ucranianos

Chamada de "Radio 555", a ação solidária de arrecadação de fundos para apoiar a população ucraniana é desenvolvida por 10 estações de rádio da Holanda. São elas: NPO Radio 2, NPO 3FM, NPO Radio 5, Qmusic, 100%NL, Radio 538, Radio 10, Radio Veronica, SLAM! e Sublime. Todas elas operaram em conjunto na ação entre 06h00 e 21h00, horário local, ação realizada nesta segunda-feira (7). 

Trata-se da terceira edição da campanha solidária "Radio 555". As emissoras holandesas já se reuniram outras duas vezes para auxiliar vítimas de outros países. A primeira vez foi em 2005, quando as emissoras procuram ajudar as vítimas do tsunami na Ásia, que na época atingiu países como Indonésia, Sri Lanka, Índia, Tailândia e Maldivas. Cinco anos mais tarde, em 2010, a ação "Radio 555" entrou no ar para ajudar as vítimas do terremoto no Haiti.


Registro da transmissão multiplataforma da ação Radio 555 / Crédito: radiofreak.nl 

Ucrânia FM nos Estados Unidos?

Nos Estados Unidos foi percebido o surgimento da Ucrânia FM, ou melhor, a “Ukraine 92.1”. Trata-se de uma mudança de nome momentânea da atual WMYB "Energy 92.1", de formato POP CHR. Segundo o portal Radioinsight, a mudança do nome ocorreu no último final de semana, mas não foi informado se a alteração ocorrerá novamente. Na programação especial, a Ukraine 92.1 transmitiu comentários de ucranianos que vivem em Myrtle Beach e forneceu informações sobre angariação de fundos e esforços de ajuda. 


Logotipo da “Ukraine 92.1”

O rádio em várias pautas relacionadas à guerra

O meio rádio tem sido fundamental para auxiliar e informar a população sobre a invasão russa na Ucrânia. Conforme já noticiado pelo tudoradio.com, as emissoras da capital ucraniana Kiev estão operando de forma conjunta para prestar serviços e o governo local liberou estações de rádio na faixa AM para informar a população residente em áreas mais remotas do país. 

Também repercutiu no tudoradio.com a ação da BBC de reativar suas transmissões em ondas curtas para driblar a censura imposta pelo governo russo. Cerceamento este que também atinge rádios da Rússia, como a Rádio Ekho Moskvi (Eco de Moscou).

Na Ucrânia, o governo russo interrompeu as transmissões de rádio e TV em Kharkiv após bombardeios. E a RFI retirou seus jornalistas de Moscou.

Houve ainda o pedido da NAB às emissoras dos Estados Unidos para deixarem de transmitir programações com conteúdo russo

Veja também:
> Rússia interrompe transmissões de rádio e TV em Kharkiv após bombardeios; RFI retira jornalistas de Moscou
> Guerra na Ucrânia: BBC retoma transmissões em Ondas Curtas para ser captada na Ucrânia e Rússia
Guerra na Ucrânia: Estações de rádio de Kiev executam uma mesma programação
Guerra na Ucrânia: Rússia fecha rádio símbolo da democracia
Conflito entre Rússia e Ucrânia altera programação das rádios jornalísticas de São Paulo
> NAB aconselha emissoras dos Estados Unidos a deixarem de transmitir programações com conteúdo russo

Com informações dos portais radiofreak.nl e radioinsight.com. Colaboração de David Duck

Todos os direitos são reservados ao Portal tudoradio.com, conforme a lei nº 9.610/98. A publicação, redistribuição, transmissão e reescrita são permitidas, desde que contenham os devidos créditos ao Portal tudoradio.com.

Tags: Guerra, Ucrânia, Rússia, ação, Holanda, Antena 1, São Paulo, campanhas, especial

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com. Formado em Comunicação Social / Jornalismo pela PUCPR, Daniel já teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Também atua como palestrante e consultor nas áreas artística e digital.



...









tudoradio.com © 2004 - 2022 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.