Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Quão importante é para uma estação de rádio FM ter o serviço de RDS ativo, que exibe o nome da estação e outras informações sobre a rádio?

Enquete

Terça-Feira, 30 de Maio de 2023 @ 07:31

Tendências | Edison Research destaca a importância dos smartphones para o futuro do rádio

São Paulo - Empresa de pesquisa alerta sobre a crescente relevância dos smartphones no consumo de rádio e áudio nos EUA

Publicidade

Atualizado - Há um esforço considerável do rádio norte-americano para popularizar o acesso ao streaming de rádio em caixas de som inteligentes, ou seja, nas smart-speakers. Entretanto, o segundo maior consumo do conteúdo de áudio ao vivo das emissoras acontece por meio do celular, ficando atrás apenas do chamado "receptor tradicional AM/FM", ou seja, o rádio que recebe o sinal FM ou AM. Nesse contexto, a Edison Research enfatiza a necessidade do mercado de rádio concentrar suas atenções nesses dispositivos para competir com outros formatos de mídia.

Este "alerta" surgiu após a revelação de mais alguns dados da atualização do Share of Ear da Edison Research. Em geral, 86% do tempo de audição de rádio entre aqueles com 13 anos ou mais ocorre usando um receptor de rádio, com os restantes 14% ocorrendo em outros dispositivos. Dentre esses "outros", o telefone representa 8% de toda a audição de rádio, seguido pelo computador (3%), smart-speakers (2%) e TV (1%). Os mais jovens usam mais o smartphone para ouvir rádio do que a média geral da população.

O cenário é similar no Brasil, onde o celular/smartphone é responsável pelo segundo maior consumo de rádio ao vivo. Entretanto, pesquisas locais não determinam se é por meio de um celular com receptor de FM ou se a audição ocorre pelo streaming ao vivo das estações, apesar de recortes sobre "rádio web". Ao contrário do Brasil, onde o Android é dominante e apresenta vários dispositivos com FM ativo, nos EUA o Apple iPhone lidera o mercado e seus dispositivos não possuem receptor de FM ativo, portanto, esse consumo ocorre majoritariamente via áudio digital.

+ AESP realiza Retrospectiva NAB Show 2023 que destaca tendências para o rádio e elege nova diretoria

Smartphone é visto como oportunidade para o rádio

“No final do ano passado, relatamos que, para a audição total de áudio, o telefone superou o aparelho de rádio pela primeira vez. Embora sempre seja arriscado prever o futuro, parece razoavelmente seguro apostar que o telefone será o principal campo de batalha para o tempo gasto pelos consumidores ouvindo daqui para frente”, salientou a Edison Research, no comunicado sobre a atualização da pesquisa.

A Edison Research destaca que o smartphone precisa ser visto como um grande potencial para o rádio na evolução de seu consumo. "A partir de agora, apenas uma parcela relativamente pequena do tempo gasto ouvindo áudio no smartphone é dedicada ao 'rádio'. À medida que o rádio traça um futuro que é menos dependente do 'aparelho de rádio' de função única, o sucesso no telefone, bem como em outros dispositivos habilitados para internet, torna-se imperativo", adverte a empresa.

+ Techsurvey 2023: conexão dos ouvintes com emissoras de rádio atinge níveis recordes e indica mudança de hábito

Veja também:
> Receptor AM/FM mantém liderança, mas streaming de rádio ganha terreno, aponta Techsurvey 2023
> Brasil: Enquete aponta preferências de consumo de rádio em 2023: Receptor FM/AM lidera
> Artigo "Rádio com imagem? Ainda estamos errando no básico, prejudicando a experiência do ouvinte"


Gráfico do Share of Ear que mostra a distribuição do consumo de rádio entre aparelhos/dispositivos, com as faixas mais jovens usando mais o smartphone para ouvir rádio / crédito: Edison Research

E por qual razão olhar para lá fora?

O tudoradio.com costuma observar esses pontos de curiosidade dos números do rádio internacional para mapear possíveis mudanças de hábitos e a manutenção do consumo de rádio em diferentes países. Assim como ocorreu no ano anterior, periodicamente a redação do portal irá monitorar o desempenho do rádio nos principais mercados do mundo e, é claro, fazendo sempre uma comparação com a situação brasileira. E, como de costume, repercutindo também qualquer número confiável sobre o consumo de rádio no Brasil.

Recomendamos:
> Veja aqui mais notícias sobre o atual momento do rádio em diferentes países
> Confira também as principais tendências para o setor de rádio e tecnologia 

Com informações da Edison Research e do portal Inside Radio

Tags: Edison Research, consumo de rádio, smartphones, rádio digital, tendências em rádio

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com. Com 20 anos no ar, trata-se do maior portal brasileiro dedicado à radiodifusão. Formado em Comunicação Social pela PUC-PR. Teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Atua como consultor e palestrante nas áreas artística e digital de rádio, tendo participado de eventos promovidos por associações de referência para o setor, como AESP, ACAERT, AERP e AMIRT. Também possui conhecimento na área de tecnologia, com ênfase em aplicativos, mídia programática, novos devices, sites e streaming.



...









tudoradio.com © 2004 - 2023 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do tudoradio.com:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil
Tel. Comercial: (41) 4062.0035 | (11) 4062.0058 / (09h às 12h e das 14h às 17h - seg. a sexta)
Entre em contato com o portal clicando aqui.