Rádios online / Emissoras ao vivo

Dials / Guia de Rádios

Procurar notícias de rádio

Canais.

Canais.

Canais.

Enquete

Quão importante é para uma estação de rádio FM ter o serviço de RDS ativo, que exibe o nome da estação e outras informações sobre a rádio?

Enquete

Quinta-Feira, 04 de Julho de 2024 @ 07:02

Em apenas uma semana, rádio alcança 81% da população na Austrália; escuta digital avança

São Paulo - Escuta de streaming de rádio dobrou em apenas três anos entre o público de 25 e 54 anos

Publicidade

Saiu no início deste mês mais um estudo anual da Edison Research dentro do guarda-chuva do The Infinite Dial, relacionado ao consumo de áudio na Austrália. E, novamente, os resultados foram positivos para o rádio, que tem liderado na preferência da população local em vários recortes diferentes, seja na escuta nos carros ou na preferência pelas emissoras em relação a serviços de streaming de música gratuitos. No geral, 8 em cada 10 australianos ouvem rádio semanalmente, mostrando que esse hábito segue enraizado na rotina da população local.

De acordo com o estudo, o rádio na Austrália agora alcança 81% da população, com forte engajamento em todas as faixas demográficas. Esse alcance é 27% maior do que nos EUA, afirmando a forte cultura de rádio na Austrália, de acordo com a mídia especializada local. E o total de alcance do áudio na população australiana é de 94%, valor semanal que também é considerado elevado.

Também é destaque na pesquisa o fato de que o streaming de rádio está em alta na Austrália, tendência esta que é vista em vários países do mundo. Por lá, o crescimento no streaming online é notável, principalmente entre os indivíduos de 25 a 54 anos. O número de ouvintes nessa faixa etária mais que dobrou nos últimos três anos, mostrando uma mudança em direção ao rádio online para se adequar aos estilos de vida modernos, de acordo com a mídia especializada que analisou os dados.

Outro ponto de destaque da pesquisa é o fato de que os australianos preferem rádio a plataformas de streaming com anúncios, com cinco vezes mais australianos ouvindo rádio do que o Spotify com anúncios, que é a forma gratuita de se utilizar o serviço. Isso se traduz em 14 milhões de ouvintes a mais, destacando a dominância do rádio no mercado de áudio.

A pesquisa também destacou que a posse de alto-falantes inteligentes na Austrália (smart speakers) dobrou nos últimos quatro anos, agora igualando as taxas de adoção dos EUA. Entre os proprietários de alto-falantes inteligentes, 65% usaram seus dispositivos para ouvir áudio no mês passado, indicando uma mudança significativa para experiências de áudio conectadas e inteligentes e mantendo a audiência do meio nas residências.

Durante o webinar de apresentação do relatório, Larry Rosin, Presidente da Edison Research, destacou que, quando se trata do público mais jovem, “tudo está no telefone”, e isso precisa ser levado em consideração na formulação de estratégias futuras.

Hegemonia nos carros

O rádio continua sendo a escolha principal para conteúdo no carro, com taxas de audiência 76% mais altas do que a próxima fonte de áudio. Apesar da disponibilidade de opções alternativas de áudio, o rádio tradicional mantém sua forte presença no ambiente automotivo. O estudo constatou que 88% dos usuários utilizam o rádio como fonte de áudio nos carros.

A pesquisa The Infinite Dial Austrália destaca também em suas descobertas que, mesmo com mais carros se conectando a painéis digitais, o rádio permanece a escolha de áudio preferida para os australianos. A audiência de rádio via streaming nos carros aumentou 75% nos últimos dois anos, refletindo a adaptação do rádio às novas tecnologias.

Popularidade dos podcasts

De acordo com o levantamento, a Austrália lidera o mundo em podcasting, com um aumento de 20% na audiência nos últimos dois anos. Atualmente, 43% dos australianos ouvem podcasts mensalmente, colocando o país à frente dos EUA nesse segmento de áudio em rápido crescimento.

O The Infinite Dial Austrália está em seu 8º estudo anual, lançado pela Edison Research em parceria com a Commercial Radio & Audio (CRA). O tamanho da amostra é de 1.719 entrevistados com 12 anos ou mais, referente ao primeiro trimestre de 2024. A pesquisa segue os mesmos moldes do formato voltado ao mercado dos Estados Unidos, onde também é realizado esse tipo de estudo pela empresa de pesquisas.

Veja também:
> Rádio australiano alcança níveis históricos de audiência em 2023; Jovens são atraídos pela transmissão digital

Pesquisas mais recentes pelo mundo:

Brasil -> Inside Áudio 2023: Rádio atinge 80% dos brasileiros e mostra sua força publicitária, segundo Kantar IBOPE Media
EUA -> Rádio segue como a mídia de massa de maior alcance nos Estados Unidos
França -> Áudio é consumido por 97% da população da França; Rádio lidera com folga nesse formato de mídia
Alemanha -> Rádio segue dominante entre as plataformas de áudio na Alemanha; 93,1% da população escuta o meio
Reino Unido -> Audiência de rádio online supera AM/FM pela primeira vez no Reino Unido; DAB+ lidera consumo
Suíça -> Diariamente, 72% da população da Suíça ouve rádio
Portugal -> Tempo médio de consumo de rádio ultrapassa 3 horas diárias em Portugal

E por qual razão olhar para lá fora?

O tudoradio.com costuma observar esses pontos de curiosidade dos números do rádio internacional para mapear possíveis mudanças de hábitos e a manutenção do consumo de rádio em diferentes países. Assim como ocorreu no ano anterior, periodicamente a redação do portal irá monitorar o desempenho do rádio nos principais mercados do mundo e, é claro, fazendo sempre uma comparação com a situação brasileira. E, como de costume, repercutindo também qualquer número confiável sobre o consumo de rádio no Brasil.

Recomendamos:
> Veja aqui mais notícias sobre o atual momento do rádio em diferentes países
> Confira também as principais tendências para o setor de rádio e tecnologia 


Imagem ilustrativa

Com informações do CRA. Colaboração de David Duck

Tags: Rádio, levantamento, pesquisa, radiodifusão, audiência, investimento, Austrália

Compartilhe!

Teste
Daniel Starck

Daniel Starck é jornalista, empresário e proprietário do tudoradio.com. Com 20 anos no ar, trata-se do maior portal brasileiro dedicado à radiodifusão. Formado em Comunicação Social pela PUC-PR. Teve passagens por rádios como CBN, Rádio Clube e Rádio Paraná. Atua como consultor e palestrante nas áreas artística e digital de rádio, tendo participado de eventos promovidos por associações de referência para o setor, como AESP, ACAERT, AERP e AMIRT. Também possui conhecimento na área de tecnologia, com ênfase em aplicativos, mídia programática, novos devices, sites e streaming.



...









tudoradio.com © 2004 - 2024 | Todos os direitos reservados
Mais tudoradio.com:
Empresas parceiras do Tudo Rádio:
tudoradio.com - O site de rádios do Brasil

Entre em contato com o portal clicando aqui.